Yoga no Período Menstrual

Acho este assunto um tanto polêmico. Vejo a maioria esmagadora dos professores defendendo que no período menstrual as mulheres não devem realizar posturas invertidas, contrações, e posturas mais fortes; ou até aqueles que acham que nos primeiros três dias da menstruação a mulher não deve praticar Yoga; porém existem aqueles que consideram tudo isso um mito, como o que existia nos tempos mais antigos que a mulher não deveria se quer tomar banho quando menstruada, ou molhar a cabeça, ou se sentisse dor de cabeça durante este período era porque o sangue subiu para a cabeça.
Existem escolas de Yoga que são radicais, e apresentam uma seqüência separada de asanas para as alunas que se encontram no período menstrual.Polêmicas a parte. Perceba primeiro como você está se sentindo!

Primeiro vamos entender o que é a menstruação, mesmo que todas nós estejamos cansadas de saber:

A explicação científica para a menstruação é: descamação cíclica do útero. Isso quer dizer que, de tempos em tempos, o útero - órgão do corpo feminino que abriga o bebê durante a gravidez - se prepara para recebê-lo. Caso não haja fecundação, ou seja, se nenhum óvulo for fecundado por um espermatozóide, uma espécie de ninho, preparado para acolher o feto, se desfaz e é eliminado através da menstruação.

"Mens vem do grego e significa lua. Assim, a cada volta completa da lua, de mês em mês, temos o ciclo menstrual", explica José Bento de Souza, ginecologista e obstetra do hospital Albert Einstein e autor do livro Saúde da Mulher

Para algumas mulheres a menstruação pode ser acompanhada de uma série muito diversificada de sintomas, como dores nas mamas com aumento de volume, acne, cólicas, também chamadas de dismenorréias que podem ser pré-menstruais ou menstruais. Tudo isso é normal.


No período menstrual, a mulher perde cerca de 150 ml de sangue, aproximadamente 3 a 4 absorventes por dia o que não compromete o estado de saúde da mulher.

Então... ela pode fazer Yoga?

Vamos deixar claro que o que vou colocar aqui é MINHA OPINIÃO E EXPERIÊNCIA PESSOAL, e que cada uma deve avaliar o seu estado físico e emocional para realizar sua pratica de Yoga.

E realmente é isso que acontece: Depende! Depende de como a mulher esteja se sentindo. Algumas mulheres sofrem muito com os sintomas pré-menstruais, menstruais e até pós. (é um sofrimento só!..rs), já outras quase nada sentem (meu caso), então em minha prática pessoal, nada muda no período menstrual. Realizo todas as posturas sem o menor problema, desconforto, ou incômodo.

Para não dizer que nunca nada me afetou neste período, por duas vezes tive o ciclo menstrual interrompido por um dia, após fazer Viparita Karani numa certa vez e Sarvangasana noutra, mesmo sabendo que deve-se evitar as invertidas durante o período menstrual, fiz porque simplesmente... esqueci.

Para as mulheres mais sensíveis a este período, deve-se evitar os bandhas (contrações) e as inversões em que o peito fique acima da cabeça. As melhores posturas para esse período são as sentadas e que promovem abertura do quadril com flexões a frente.

Posturas que aliviam cólicas menstruais: Padahastasana (cegonha); Marjariasana (gato); Badhakonasana; Yoga mudra

Um estudo realizado na Índia descobriu a primeira prova de que o Yoga pode reduzir a intensidade de sintomas e dores na TPM. Segundo o site do The Sydney Morning Herald, da Austrália, a prática pode elevar os níveis de um hormônio antidepressivo, chamado allopregnanolone, que se apresenta em baixos níveis durante o período pré-menstrual. Durante um mês de aulas intensivas de Yoga, os pesquisadores descobriram que, entre 40 mulheres que sofriam com TPM, houve uma redução de 64% dos sintomas. Já especialistas australianos contestam o estudo, afirmando que a prática não é suficiente para todas as mulheres e seria necessário mais do que alongamento e meditação para auxiliá-las durante o período.


Consulta:
http://www.terra.com.br/jovem/sexo/2003/09/23/004.htm)
http://www.mulherdeclasse.com.br/Menstruacao.htm http://www.valeyoga.com.br/yoga_noticias/23-07-2007/yoga-pode-ser-resposta-a-tpm/

4 comentários:

Anônimo disse...

Vale a pena levar em contato que as posturas invertidas INVERTEM o fluxo do prana, e para o momento, seria ideal manter o apana - prana de eliminação, ativo, contribuindo com o processo.

Gabriela Sarmet disse...

Muito interessante esse texto, Laís! Sou feminista e sempre me questiono quando existem certas "imposicões" às mulheres quando tange a sua menstruacão. Acho que já fomos tanto tratadas como "impuras" e "anormais" pelo simples fato de menstruarmos (como as pessoas ainda não aceitam que isso é natural?!) que me deixou muito encucada quando comecei a ouvir essa "condicao" que as mulheres devem cumprir quando estão menstruadas (não ficar muito tempo na posicao de Vela).
Vou reparar em como me sinto quando faco mesmo menstruada :) Se tiver mais informacões sobre as coisas negativas que isso pode trazer, por favor me fale! Beijinhos

Anônimo disse...

Sinto meus músculos mais inflexíveis e minhas articulações menos lubrificadas durante o período menstrual. Fica mais difícil executar as posturas q ecigem mais elasticidade e qualquer coisinha é motivo pra dor muscular. Tenho a impressão de que é mais provável me machucar nesse período.

Tatiana disse...

Na verdade não é uma imposição. As posturas invertidas não são indicadas no período menstrual porque se obstrui um fluxo que deve sair.

Todos
os esquerdos reservados. Se copiar alguma coisa, me avisa tá!? Deixe uma mensagem!
Namastê!